quinta-feira, 27 de maio de 2010

Circo do Faustão Novembro de 2008

1)

Samantha Schmutz está empolgada com a apresentação de hoje. Assim que chegou, ela foi ensaiar o número de equilibrismo no arame que irá mostrar na competição. “Estou sofrendo, mas equilíbrio é assim, ou tudo ou nada”, contou. Samantha ainda revelou que v ai cantar durante a apresentação. “Cantar é algo que me ajuda a me concentrar e unimos essas duas coisas. Acho que vai ficar legal”, destacou.

A humorista disse que a maior dificuldade é se equilibrar e comentou alguns de seus truques para ficar em pé no fio: “É preciso ter um domínio da cintura, não pode mexer muito. Não pode abaixar o peito, não pode olhar pra baixo, tenho que ter um ponto fixo para ficar olhando e ir”.


2) Samantha Schmutz explorou seriedade em sua apresentação, colocando espetos em seu treinador, Michael Nunes, que sumiu numa minúscula caixa.

3) Samantha Schmutz foi eliminada do Circo do Faustão. A humorista apresentou um número de equilibrismo no arame. A bela voz da atriz em balou o público durante a ação, que contou também com fogo e venda. Mas a criatividade dela não foi páreo para o empenho dos outros competidores. Samantha e o professor Michael Nunes ficaram com a menor média e tiveram que dar adeus à competição.

“Eu fiquei triste, mas sabia que existia essa possibilidade, até porque todos estão muito dedicados. E equilibrismo é uma coisa muito difícil. Não adianta treinar 500 vezes, porque na hora da apresentação o nervosismo é diferente e muda tudo. Eu queria ir até a final, gostaria de ganhar, mas as coisas acontecem”, contou Samantha.

Para a humorista, o nervosismo e a complexidade do número foram os responsáveis pelos erros na apresentação: “A gente escolheu uma atividade muito difícil: no alto, com fogo, vendada. De repente, acho que eu quis coisa demais. Mas agora eu vou andar nesse arame nem que seja com uma labareda do meu tamanho . Virou uma questão de honra”.

A eliminação não apagou as boas experiências que Samantha teve no Circo do Faustão. “Eu amei participar do Circo e quero continuar fazendo isso. Vou entrar no circo de verdade. Eu tive uma experiência que eu jamais achei que iria conseguir fazer, mas eu vi que é possível, quando se tem dedicação e força de vonta de”, com pletou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário